Banda sonora matutina, aqui da menina

Ainda a propósito do post de ontem e da importância de estarmos de olhos e coração abertos para ver os sinais que nos rodeiam e se mostram a todos, veio-me à lembrança esta canção da minha infância, ou será adolescência? Há alturas em que parece que já foi noutra vida, tanto já se passou e viveu entretanto, e noutras vezes parece que foi ontem. Realmente, Einstein tinha razão em muitas coisas, como referi aqui, nomeadamente no que respeita à relatividade do tempo.

Bem, como ia dizendo, aqui está a canção que se aflorou no jardim da minha mente.

Lá estava eu a ouvir a cancão na app do YouTube, afastada do telemóvel, através de uma coluna muito fixe que o meu mano ofereceu ao afilhado (falei dele e dos seus gifts aqui), e como tal, não pausei/parei a app no final da “I saw the sign”.  Então, uma nova canção, sugestão da aplicação, começa a fazer-se ouvir. Foi esta que se segue. Adorei!! Igualmente simbólica! Igualmente especial! Aqui fica para quem tiver tempo e vontade de ouvir e ver.

Bem Haja! Lily

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *