Update ao post anterior

Caro Leitor,

Permita-me que faça um update ao post anterior.

Tenho de acrescentar um 4.o sinal de que o nosso filho é hiper ativo.

Portanto, aos 3 anteriormente já referidos:

1- cria objetos de decoração personalizados

2- espalha amor pela casa

3- proporciona animação garantida

Há que acrescentar um 4.o:

4- tem um apetite voraz

Claro, e faz todo o sentido! Há que consumir calorias suficientes para poder ter energia suficiente para toda a hiper atividade acima descrita, não é verdade?

Assim sendo, não pode haver cá por casa comida à vista ou à mão, quer seja fruta, vegetais, bolo ou pão. Nada lhe escapa!

Aqui ficam imagens e vídeos para comprovar que eu não estou a exagerar.

Was it a bird, was it a little mouse? No! It was Little Leo!

No fim de semana passado o pai fez um bolinho de laranja! É um dos bolos caseiros preferidos cá da malta.

O pai tira o bolo do forno, desenforma-o, deixa arrefecer um pouco e corta uma pequena fatia para provar, para ver se estava bem cozido (diz ele, que eu acho que era mais uma desculpa para começar logo a comer. Enfim. Tal pai, tal filho!).

O pai volta vai para a sala para ver um filme com o Luís Pedro, enquanto o Leo brinca no chão com umas formas magnéticas que são a sua atual predileção. Eu estou no escritório a preparar um workshop para a Lovewellbeing Community Hub.

Passado um bocadinho, o Leo sai da sala de mansinho, e pai e mano imaginam que ele vai ter com a mãe. (Ele está numa fase que é só mãe-mãe-mãe, sempre colado a mim.)

Passado uns minutinhos, o Leo entra na sala com a boca (queixo, bochechas e mãos) cheia de migalhas de bolo!

Pai levanta-se de supetão e vai à cozinha, onde se depara com a seguinte visão.

Depois, grita de lá: “Li, vem ver o que o teu filho fez!”

Um tomate à socapa por dia, dá saúde e alegria

Hoje, por volta do meio-dia, enquanto a comida termina de se fazer no forno, corto um tomatinho orgânico para uma saladinha para o almoço, que tem lugar quase sempre à mesma hora, todos os dias.

Como o Leo já estava com fominha, pois tinha comida uma maçã (também orgânica) nos últimos 10 minutos, dei-lhe uma tangerina.

(Esta não era orgânica, pois já não havia nenhuma na loja quando fui às compras ontem. Hum! Que saudades das laranjas e tangerinas das hortinhas dos avós em Portugal!)

Cortei o tomate, enquanto o Leo comia a tangerina. Saí da cozinha por um minuto e quando chego, eis o que encontro.

Grão a grão, perde o arroz a primavera

Ultimamente, não posso contar muito com a ajuda da minha fada do lar para fazer o jantar. Não é que ele não goste de ajudar, pelo contrário, ele adora pôr a mão na massa e ajudar. Eu é que gosto de, quando faço arroz primavera (como chamamos aqui em casa ao arroz com cenouras, ervilhas e milho) com salsichinhas (vegan), não levar para a mesa arroz simples, com salsichas trincadinhas.

Mais posts humorísticos de categoria (cof, cof, cof) na categoria HumorousLi, aqui.

“Rir contribui ativamente para melhorar o nosso bem-estar, minha boa gente!” Liliana Cruz



Bem Haja!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *