Happy Mother’s Day!

Today and every day! Aqui por casa, agora em Inglaterra, comemoramos algumas festividades a dobrar, o Dia da Mãe e o Dia do Pai são exemplos desses dias duplamente especiais. Claro que todos os dias são (ou devem ser) dias de mimar a nossa mãe e o nosso pai, dia de lhes dedicar uma atenção […]

Continue Reading

LP, o poliglota III

Há bocadinho antes do jantar: Mãe: “Luís Pedro, podes começar a pôr a mesa, filho?” LP: “Espera só um bocadinho, mãe. Estou quase a acabar o trabalho de casa de R.E.” Mãe: “O que estás a ler?” LP: “Estou a ler informação sobre christianity e sobre os holy buildings dos cristianos.” 😀

Continue Reading

Lilianinha e os diminutivos

Quem me conhece benzinho sabe que adoro diminutivos. (O que é que querem? Podia dar-me para coisinhas piores no que diz respeito a preciosismos linguísticos.) Não necessariamente por questões de pequenez ou para diminuir ou atenuar a significação da palavra, simplesmente porque brotam de mim, a maior parte das vezes, sem noção ou controlo. Num […]

Continue Reading

LP, o poliglota II

Atenção! Este post humorístico contém referências a humor mucoso das fossas nasais*. Desaconselha-se a sua leitura a pessoas mais sensíveis. LP: Mãe, tens aí um grande ranho no nariz! Mãe: ?!?! LP: Aí no nariz, até tem um pouco de sangue! Mãe: Ah! Sim, foi o Leo que me arranhou! É arranhão, filho, não é […]

Continue Reading

Lost in translation I

Sem planos para o fim de semana? Dê um saltinho a Londres e siga as nossas sugestões alternativas. Esqueça o Big Ben, o Madame Tussauds ou a London Eye. Delicie-se com uma sobremesa no Kaspas*. (Nunca comi nenhuma, mas aparentemente são 5 estrelas!) Ou quem sabe um passeio na Engate Street? (Nunca lá estive, claro, […]

Continue Reading

Todos os Nomes

Posso não ter o talento de Saramago, mas tenho seguramente matéria suficiente para escrever um livro com o mesmo título. Os nomes são algo muito importante e especial para mim e sinto-me sempre um pouco frustrada quando não consigo decorar os nomes dos meus alunos tão depressa quanto gostaria. Na minha escola dou aulas a […]

Continue Reading

LP, o poliglota I

Nos primeiros meses em Inglaterra, a língua oficial cá em casa era o inglês. Queríamos que o Luís Pedro se familiarizasse com a língua o mais rapidamente possível, de modo a facilitar a sua adaptação ao país e à escola. Durante o mês de agosto, enquanto o pai trabalhava, eu e o rapazote aproveitávamos para […]

Continue Reading